| info@opais.net
Muito nublado
Luanda
Clique para aceder á Revista
RSS

Futebol

Patrocinadores fogem da FAF

A Unitel, empresa de telecomunicações, não está disposta a renovar o contrato com a Federação Angolana de Futebol (FAF), tal como a Unicer, proprietária da cerveja Cristal e a água Caramulo.
Segundo uma fonte de O PAÍS, as duas empresas invocam incumprimento por parte da direcção de Justino Fernandes, tal como o fez, em Outubro, a empresa alemã de equipamento desportivo da marca PUMA.
Todas essas empresas juntas colocavam nos cofres da Federação Angolana de Futebol (FAF) mais de três milhões de dólares. A PUMA oferecia anualmente à FAF um milhão de dólares, todo o equipamento desporto e mais um bónus.
Ou seja, sempre que os Palancas Negras estivessem engajados numa competição recebiam um bónus em função da sua prestação. Em compensação, as marcas dessas empresas teriam de estar presentes em todos os actos públicos.
Mas a Federação Angolana de Futebol (FAF), segundo a fonte do O PAÍS, nunca realizou um acto público utilizando imagem dos jogadores da selecção nacional e as marcas dessas empresas, muito menos convida os patrocinadores para assistir aos jogos dos Palancas Negras.
Uma fonte próxima da PUMA diz, por exemplo, que um dos seus representantes esteve presente no CAN2010, mas não foi sequer convidado a visitar a FAF, tão pouco houve um acto público em que esse tivesse sido convidado.
A FAF também nunca enviou um relatório dos actos públicos que tenha realizado, nem criou loja para comercializar os produtos da PUMA, perdendo com isso o direito a uma percentagem por cada material de merchandisng.
Os responsáveis da PUMA concluíram que a Federação Angolana de Futebol (FAF) não coloca na lista das suas prioriedades o marketing, por isso, decidiram não mais estender o vínculo contratual.
A Unicer alega as mesmas razões para não continuar a patrocinar a Federação Angolana de Futebol (FAF). “Não pagamos a última parcela, porque a Federação de Futebol não cumpriu com muitas cláusulas contratuais”, disse, da empresa que despendia um milhão e duzentos mil dólares anualmente. Outra situação que deixa insatisfeitas as empresas patrocinadoras tem a ver com o merchandising para o CAN2010, que a Federação Angolana de Futebol mandou produzir muito tarde e mal feito, segundo a nossa fonte.
“Por altura do CAN2010, muitas empresas como a Sonangol, a Cristal, a Unitel, a Refriango e outras deram aproximadamente quatro milhões de dólares a FAF para produzir bolas, camisolas, chapéus, cachecóis e outros produtos, mas a FAF não só fez muito tarde como foi de péssima qualidade”, diz a fonte.
Como a FAF lida com o marketing
Os Palancas Negras preparam-se no Brasil para o CHAN do Sudão, que se disputa dentro de 15 dias, mas não levaram nem o responsável pelo marketing da FAF nem um cartaz para expor as marcas das empresas patrocinadoras (em jogos de controlo ou conferências de imprensa).
A vice-presidente para o marketing, Eufrazina Maiato, está na Alemanha onde deve assinar contrato com outra empresa alemã de equipamento desportivo para vestir as selecções nacionais, mas Inácio Olim, o estratega de marketing, vimo-lo passar-se pelo Complexo da Cidadela.
Inácio Olim estudou, curiosamente, na Alemanha em Leipzig e podia facilitar a comunicação com os responsáveis da empresa com a qual a FAF vai assinar o contrato, no entanto, não foi tido nem achado, como aliás avançou na edição passada uma fonte do PAÍS.
Inácio Olim disse ao PAÍS, reagindo a possibilidade da Unitel em não renovar o contrato com a FAF, que desconhecia essa informação, pois não lhe chegou nadas em mãos.
O departamento de marketing da FAF tem apenas uma única pessoa, quando o estudo das necessidades feito pelo “Projecto Goal” da FIFA, em Março de 2004 tenha recomendado a criação de um gabinete funcional e com pessoas especializadas.
Inácio Olim é o único especialista de marketing da Federação Angolana de Futebol (FAF) e trabalha sozinho. A FAF não tem um gabinete de imprensa nem de relações públicas.
Consequência da fuga dos patrocinadores A direcção da Federação Angolana de Futebol (FAF) tem dito publicamente estar com só cofres vazios, mas nunca explicou as razões dessa ausência de dinheiro.
Grande parte das receitas da FAF, segundo os próprios responsáveis, provêm dos patrocinadores, pelos menos foi assim no ano passado.
A Federação Angolana de Futebol (FAF) recebeu do Ministério da Juventude e Desportos novecentos mil dólares, valor igual ao que vai receber este ano, quando Justino Fernandes diz precisar de seis milhões de dólares para todos os compromissos das selecções nacionais, a começar pelo CHAN2011, em Fevereiro.
A ausência de dinheiro tem custado à Federação Angolana de Futebol a fuga cíclica de treinadores, nomeadamente Hervé Renard, e Zeca Amaral, angolano.

O primeiro auferia um ordenado próximo dos 40 mil dólares, no entanto, ficou três meses sem salário, além de ter visto o seu projecto de caça talentos não sair da gaveta, supostamente por falta de dinheiro.

Hervé Renard evocou outras situações de desorganização, para abandonar os Palancas Negras seis meses depois de substituir no comando Zeca Amaral, então treinador interino.
Foi a vez de Zeca Amaral deixar os Palancas Negras, por não concordar com o salário proposto pela direcção da Federação Angolana de Futebol (FAF). Justino Fernandes propôs
25 mil dólares de salário ao treinador angolano, mas este recusou, aceitando, de seguida, a proposta do Recreativo do Libolo.

Mabina e Nandinho ainda em Luanda

Mabina, Nandinho e Chico Caputo arriscam-se a não jogar a Taça CHAN2011, por razões que a Federação Angolana de Futebol ainda não explicou publicamente.
Inicialmente, os jogadores do Petro de Luanda, 1o de Agosto e do Santos FC enfrentavam problemas de passaporte, mas a situação ficou ultrapassada e uma fonte próxima do departamento das selecções não
acredita que haja problema de visto. Em face disto, aqueles jogadores
perdem na concorrência para os seus colegas, que disputam as mesmas posições. Mabina e Nandinho estiveram sempre nas convocatórias dos Palancas Negras quer com o treinador francês, quer com Zeca Amaral.
Mas são desconhecidos do novo seleccionador nacional, Lito Vidigal que procurar conhecer os jogadores para a Taça CHAN2011,que se disputa em Fevereiro no Sudão.



Teixeira Cândido
22 - 1 -2011
 
18
 

Comentários

  1. mister mbunda
    2011-10-21 22:06:32
    apelo a actual direcçao da faf que se organizem para remodelarem o nosso futebol. espero que deixem lito vidigal trabalhar é angolano, é bom e eu gosto.
  2. Antonio Joao
    2011-02-24 20:40:03
    Realmente o sr Justuninho já deveria ser posto no olho da rua ele e o ponta de lança Alvarito ,que cosidero mentiroso,diz que Lito nao é o novo treinador e depois dissse o que disse. Cda JES o Justino esta a estragar o futebol.Deixa-o como ADM do porto e ja chega . Dez dedos não consegue agarrar um
  3. Desconfiado
    2011-01-28 12:55:06
    è queremos mudanças,nao importa quem,mas o justino deve sair da faf,ela naõ sua propriedade,haja remodelações
  4. Fernandes Machado
    2011-01-27 19:57:00
    E muito triste estarmos a viver ainda situacoes destas
  5. Angolano
    2011-01-27 16:24:19
    este parasita do Justino Fernandes por onde passou nunca acrescentou valor. isto num páis sério chama-se INCOMPETÊNCIA, deixa o jesus assumir a presidencia porque ele ja demonstrou varias vezes que ele ta no futebol por amor e nao por tustões
  6. Ângelo
    2011-01-26 17:07:43
    se estão disposto a afundar a seleção nacional de futebol. prolongam o mandato de justino fernandes pra mais uma semana
  7. Sumula
    2011-01-26 09:44:21
    agora acredito que o poder têm mel " o povo já deu conta do mal trabalho de Justino Fernandes na FAF" o porque que não dão opurtinidade aos novos valores? o povo reconhece que Justino Fernandes já muita boas coisa mais agora e tarde de mais
  8. Simão Pedro
    2011-01-26 08:41:28
    Sinceramente estou muito triste com a má gestão da federação angolana de futebol. Em primeiro lugar, a mudança de treinadores não adianta e nem resolve o problema, mas sim uma boa organização da federação e mais desenpenho das selecções Não acredito que a federação carece de recursos financeiros, afinal para onde vão os recursos? Gasta-se muito dinheiro para nada? Deve haver aí qualquer coisa mal contada, e na minha opinião sugeria uma nova eleição na F.A.F
  9. morrer de pé
    2011-01-25 19:09:43
    o que é?.....corrista?......inormal?....kiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiakiak...........ainda bem que-lhe mandaram calar a boca......esse bento kangamba..........
  10. dddgg
    2011-01-25 10:15:15
    Agora é a vez do Jesus se dimitir depois dos patrocinadores o ministerio da juventude e desporto esta a fez que? quem supervisiona a FAF, aconselho eleiçoes antecipadanas na FAF.
  11. Lobito
    2011-01-25 03:57:40
    Justino Fernando já esta velho na F.A.F. deve sair,e ir direito para o tribunal prestar conta
  12. Anonimo
    2011-01-25 01:47:12
    Justino fernandes tnha que sair imediatamente da cadeira; primeiro é que acho que a culpa do constantes fracassos dos palancas é totalmente dele e de quem ainda o insiste em manter-lo lá, há selecções com recursos financeiros baixos, abixo do nosso mas conseguem manter um acordo com uma marca como A PUMA, NIKE OU AINDA A ADIDAS, um pais que se diz rico ainda tem problemas com quem veste a sua propia selecção isto é constragedor e vergonhoso, ate a unitel uma Empresa nacional, decidiu afastar da selecção, isto não se admitiria em qualquer parte do mundo, exige-se mudança de consciencia e transparencia naquilo que eu acho que é pertence dw todos os angola, do Anonimo saturado e chateado com certas irregularidades nos nossos orgãos
  13. Mário Francisco
    2011-01-24 12:35:32
    É triste o k se está a passar com o futebol nacional. Mais triste ainda é o responsável não aceitarem que a coisa vai mal. Daqui a pouco Justino Fernandes fará uma declaração a culpabilizar a imprensa do estado lastimável do futebol angolano. Por favor coloquem as pessoas certas nos lugares certos. Já diz o Bento Kangamba " isso é INORMAL"... antes disse que o vencedor da São Silvestre, etíope Haile Gebrselassie, era um "CORRISTA"
  14. zefrino
    2011-01-24 07:38:18
    xte justino ja nao xta a aguentar mano e melhor abandonar os patrocinadores ja deram conta de que xtao a eriquecer o justino
  15. mau mau
    2011-01-24 06:53:48
    mas porque que o justino fernandes nao sai da federa
  16. unkonw
    2011-01-23 14:12:02
    ewe agora é ke ira aquecer tudo..
  17. Paulo Alexandre
    2011-01-23 12:09:04
    Penso,que esta na altura de as pessoas que não querem trabalhar deixar lugar as pessoas capazes de o fazer.Aconselho a actual direcção da Federação Angolana de Futebol a demitirem-se. Já não estamos em tempo de guerra
  18. Angolano Até Morrer
    2011-01-23 11:31:52
    O sucesso das selecções nacionais passa pel saida do actual presidente da FAF,o senhor Justino Fernandes. Já é alutra de uma outra pessoa com verdadeiro sentido de missão estar à frente dos destinos da nossa FAF, para o bem do nosso futebol
Nome

E-Mail

Comentário


Enviar Comentário
 
 

Newsletter



Subscreva tambem a newsletter da Exame

Capas da edição nº 281

 
 
 
Assine OPaís Online