| info@opais.net
Muito nublado
Luanda
Clique para aceder á Revista
RSS

Habitação

Projecto Residencial Camama vende mil casas

Cerca de duas mil casas vão ser construídas até Setembro de 2012 no “Projecto Residencial Camama”, na comuna com o mesmo nome, foi esta quinta-feira, anunciado no termo de uma visita de constatação do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, à empreitada.

 O projecto, iniciado em 2007, abrange uma área de 250 hectares e, segundo o director da EMPROE, Silva Neto, actualmente estão edificadas mil casas, das quais 850 concluídas.

 Adiantou haver 500 com as infraestruturas concluídas, vias já asfaltas e com a rede de esgotos, de drenagem pluvial, a iluminação pública, e de abastecimento de água já implantadas, que poderão estar prontas para habitar até Agosto.

 Outras 350 poderão estar em condições de habitabilidade entre Outubro e Novembro do corrente ano.As obras das restantes mil poderão estar concluídas em Março.

 Silva Neto informou esperar entre Agosto e Setembro arrancar com mil casas, em 333 blocos de dois pisos, para albergar de três famílias em cada um deles.

 O presidente do conselho de administração do Banco de Poupança e Crédito (BPC), Paixão Júnior, informou que o acesso estará aberto aos interessados, desde que negoceiem com a sua instituição.

 Informou que as primeiras mil casas estão praticamente comercializadas. No mesmo dia, o Chefe de Estado realizou uma visita guiada ao projecto.  No percurso pôde verificar as residências em construção e em fase de acabamento, bem como as valas para a implantação dos esgotos, abastecimento de água e sistemas de drenagem.

 A Vila residencial da Camama é parte do plano director da Camama, que tem uma área total de mil e 200 hectares, destinados a residências, bem como espaços sociais para atender a demanda da população.

Contempla ainda serviços públicos, zonas comerciais, áreas verdes e jardins, redes de água, drenagem, esgotos, electricidade e comunicações.

 O projecto terá residências maioritariamente de média renda com habitações T2 e T3 e prevê também redes de estradas para atender o fluxo de viaturas e passeios, além de contemplar  facilidades de acesso à vila residencial.


27 - 6 -2011
 
4
 
 
 

Newsletter



Subscreva tambem a newsletter da Exame

Capas da edição nº 281

 
 
 
Assine OPaís Online