| info@opais.net
Muito nublado
Luanda
Clique para aceder á Revista
RSS

Andebol

Selecções de andebol com optimísmo na bagagem

É quase certo que a Selecção feminina de andebol conquiste o seu 11º título continental no Campeonato Africano de Marrocos, que se disputa de 10 a 21 deste mês.

O mesmo não se pode dizer dos masculinos que vão defrontar adversários de peso como o Egipto Argélia, Tunísia ou Marrocos, apesar dos bons indicativos apresentados nos últimos dois campeonatos.

As comandadas de Vivaldo Eduardo são tidas como as principais favoritas ao título, depois de terem conquistado a medalha de ouro nos 10ºs Jogos Africanos de Maputo e de terem feito um bom Mundial do Brasil, onde ocuparam a oitava posição.

Angola está obrigada a vencer a prova continental se quiser estar nos próximos Jogos Olímpicos, competição em que marcou sempre presença nas últimas duas décadas.

Desta vez, a tarefa das campeãs africanas pode ser complicada, uma vez que jogam num terreno sempre complicado (Magrebe). A selecção tunisina joga num país próximo do seu, deste modo, advinha-se que vai contar com apoio incondicional dos seus adeptos ou mesmo de Marrocos, país organizador.

Outros adversários a ter em conta são os Camarões e Côte d’Ivoire que têm praticado um andebol de boa qualidade nos últimos anos.

Também a Selecção masculina não está proibida de sonhar já que provou, nos Jogos Africanos de Maputo, estar ao nível das selecções do Magrebe, principais potências da modalidade no continente.

Na capital moçambicana, Angola só não derrubou na final o Egipto por falta de experiência.

Portanto, espera-se uma Selecção mais forte e com maior experiência, capaz de contrariar o favoritismo das formações do Norte de África.

9 - 1 -2012
 
0
 

Comentários

Nome

E-Mail

Comentário


Enviar Comentário
 
 

Newsletter



Subscreva tambem a newsletter da Exame

Capas da edição nº 281

 
 
 
Assine OPaís Online