| info@opais.net
Muito nublado
Luanda
Clique para aceder á Revista
RSS

Petróleo

Canna-1 com capacidade para 5 mil barris dia

A Sonangol e a Total E&P (Angola) anunciaram esta terça-feira a descoberta petrolífera do poço Canna-1, localizado na parte nordeste do Bloco 17/06 em águas profundas do mar angolano. De acordo com o comunicado emitido “os resultados dos testes deste poço confirmaram uma capacidade de produção de mais de 5 mil barris de petróleo por dia de elevada qualidade”. A Sonangol é a concessionária e a Total E&P (Angola) é a operadora daquele bloco, detendo uma participação de 30%. Os parceiros deste bloco são a Sonangol Pesquisa e Produção (30%), Sonangol Sinopec International Seventeen Limited (27,5%), ACREP Bloco 17 S.A (5%), Falcon Oil Holding Angola (5%) e Partex Oil & Gás (2,5%).

Entretanto, depois da ancoragem no Bloco 17, a unidade de processamento e armazenamento de petróleo e gás natural (FPSO) da companhia Total denominada Pazflor está já na fase de ligação dos umbilicais, um mecanismo que permite retirar o petróleo em rama do poço para ser tratado a bordo. A FPSO PazFlor deverá arrancar a sua produção no mês de guerras ou crescimento da procura. O actual é movido por factores geopolíticos que ocorrem numa vasta área geográfica. Os mercados estão a reagir de forma antecipada a um potencial problema de fornecimento, mas não necessariamente a questões que já estejam a decorrer”.

No ano transacto, os preços de petróleo do tipo crude (WTI) oscilaram entre USD 70 e USD 80 o barril. Mas, com o regresso ao crescimento da economia mundial, a procura global por petróleo voltou a crescer e os preços começaram a aumentar rapidamente no último trimestre do ano.

O preço do barril WTI quebrou a marca dos USD 100 no início de Março passado, quando o fornecimento líbio foi cortado.

A curto prazo, será necessário para repor a geração nuclear prejudicada pelo terramoto seguido do tsunami. Os riscos trazidos à tona pelos problemas no Japão podem também renovar um impulso para Novembro próximo. A embarcação de 120 mil toneladas, com comprimento total de 325 metros e boca de 61 metros, terá capacidade de processar 220 mil barris de petróleo ou 4,4 milhões de metros cúbicos de gás/dia, além de poder armazenar 1,9 milhões de barris de petróleo.

O estaleiro Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering Co, o segundo maior da Coreia do Sul, terminou a construção do Pazflor em Janeiro deste ano, após ter ganho um concurso público internacional no valor de USD 2.300 milhões.

30 - 5 -2011
 
1
 
 
 

Newsletter



Subscreva tambem a newsletter da Exame

Capas da edição nº 281

 
 
 
Assine OPaís Online